Doutoramento

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Doutoramento (português europeu) ou doutorado (português brasileiro) é um grau académico concedido por uma instituição de ensino superior universitário, que pode ser uma universidade, um centro universitário, uma faculdade isolada, com o propósito de certificar academicamente a capacidade do candidato para desenvolver investigação num determinado campo da ciência (no seu conceito mais abrangente). Certificação esta que um profissional também pode estar recebendo - no caso do Brasil - por sua formação (para além do direito consuetudinário), como no caso de profissionais da área da saúde e dos advogados, já com legislação específica como garantia em certos casos.[1][2][3][4]

No caso do grau acadêmico, espera-se que o aluno adquira capacidade de trabalho independente e criativo. Essa capacidade deve ser demonstrada pela criação de novo conhecimento e será validada por publicações em bons veículos científicos ou pela obtenção de patentes. É essencial para a seleção ao doutoramento a demonstração de qualidades e experiência em pesquisa. Um bom currículo acadêmico na graduação é condição indispensável, além da elaboração de uma tese original, que deverá ser avaliada por uma banca, composta por professores no mínimo doutores.

As universidades brasileiras fornecem o título de DSc (Doctor ScientiaeDoctor of Science ou Doutor em Ciências) para as pessoas que completam um curso de doutorado, sendo este título (DSc) equivalente ao título de PhD (do latim: philosophiae doctor ou doctor philosophiaeque , "doutor em filosofia") que é obtido em universidades de outros países.[5][6][7]

No Brasil, somente têm validade nacional os doutoramentos obtidos em cursos recomendados pela Capes. Títulos obtidos no exterior precisam ser reconhecidos por programas recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), conforme o art. 48 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

Ver também

Referências

  1. COFEN, Conselho Federal de Enfermagem. Disponível em <http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-2562001_4294.html>
  2. CREFITO (PR), Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional/PR. Disponível em <http://www.crefito8.org.br/site/legislacao/crefito8/resolucao_crefito8_23_00.htm>
  3. CFN, Conselho Federal de Nutricionistas - CRN (SP-MS), Conselho Regional de Nutricionistas/SP e MS. Disponível em <http://www.crn3.org.br/legislacao/decisao_01_08.asp> Acesso em 31 maio 2006.
  4. CRP (SP), Conselho Regional de Psicologia/SP - Parecer 003/2009. Disponível em: <http://www.crpsp.org.br/portal/comunicacao/diversos/pot_rh/Manual%20de%20Orienta%C3%A7%C3%B5es.pdf>, e em: <http://www.crpsp.org.br/portal/comunicacao/manuais/manual_orientacoes/frames/fr_anexos.aspx>
  5. «Difference Between PhD and DSc». Difference Between. 14 de julho de 2011. Consultado em 30 de maio de 2016 
  6. «What is the Difference in PhD & DSC Programs?». Our Everyday Life. Consultado em 30 de maio de 2016 
  7. «Not just a PhD: The other types of doctorates». www.FindAPhD.com. Consultado em 30 de maio de 2016 
Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia .